20 Agosto 2017
Diminuir
Aumentar
Enviar Email
Imprimir
  • Glossário 

    A partir desta página, pode aceder a uma lista de expressões, siglas e abreviaturas constantes deste Portal, ordenadas alfabeticamente, relativas aos setores elétrico e do gás natural.

    Para isso, basta que selecione na barra a letra que pretende.

A

  • Acerto de contas

    Função do operador da rede de transporte que, assegura a receção de informação dos Agentes de Mercado sobre a quantificação física dos contratos bilaterais estabelecidos e das quantidades físicas contratadas nos mercados diário e intradiário. Assegura igualmente a recolha e processamento dos dados necessários, procedendo a liquidação de desvios à programação de todos os Agentes de Mercado.

  • Acesso à armazenagem subterrânea
    Exercício do direito do uso da armazenagem subterrânea.
  • Acesso ao terminal de GNL
    Exercício do direito do uso do terminal de GNL.
  • Acesso às redes e às interligações
    Exercício do direito do uso das redes e das interligações.
  • Aerogerador
    Instalação na qual uma turbina movida pelo vento aciona um gerador de energia elétrica.
  • Agente Comercial
    Entidade responsável pela compra e venda de toda a energia elétrica proveniente dos Contratos de Aquisição de Energia Elétrica remanescentes.
  • Agente de mercado no Sector do Gás Natural
    Entidade que transaciona gás natural nos mercados organizados ou por contratação bilateral, correspondendo às seguintes entidades: comercializadores, comercializador do SNGN, comercializadores de último recurso retalhistas, comercializador de último recurso grossista e clientes que adquirem gás natural nos mercados organizados ou por contratação bilateral.
  • Agente de mercado no Sector Elétrico
    Entidade que transaciona energia elétrica nos mercados organizados ou por contratação bilateral, designadamente: produtor em regime ordinário, cogerador, comercializador, comercializador de último recurso, agente comercial, cliente ou entidade abastecida por cogerador, estes dois últimos se adquirirem energia elétrica nos mercados organizados ou por contratação bilateral.
  • Ajustamento para perdas
    Mecanismo que relaciona a energia elétrica medida num ponto da rede com as perdas que o seu trânsito origina, a partir de um outro ponto.
  • Alimentação individual da instalação do cliente no Sector do Gás Natural
    Infraestrutura por onde transita o gás natural consumido exclusivamente na instalação de utilização de um cliente.
  • Alimentação individual da instalação do cliente no Sector Elétrico
    Infraestrutura por onde transita a energia elétrica consumida exclusivamente na instalação de utilização de um cliente.
  • Alta Pressão (AP)
    Pressão cujo valor relativamente à pressão atmosférica é superior a 20 bar.
  • Alta Tensão (AT)
    Tensão entre fases cujo valor eficaz é superior a 45 kV e igual ou inferior a 110 kV.
  • Alternador
    Gerador elétrico (constituído por uma parte fixa, estator, e uma parte móvel, rotor) que transforma energia mecânica, fornecida por uma turbina ou motor, em energia elétrica de tensão alternada.
  • ampere (A)
    Ampere é a unidade de medida do Sistema Internacional (SI) de intensidade de corrente elétrica.
  • Ano contabilístico
    Período de tempo compreendido entre 1 de Janeiro e 31 de Dezembro, inclusive.
  • Ano gás
    Período compreendido entre as 00:00h de 1 de Julho e as 24:00h de 30 de Junho do ano seguinte.
  • Arbitragem voluntária
    Mecanismo de resolução extra judicial de conflitos, através do qual as partes se submetem voluntariamente à decisão de árbitros (Lei n.º 31/86, de 29 de Agosto).
  • Armazenamento na rede - "linepack"
    Armazenamento de gás por compressão em redes de transporte e distribuição de gás, excluindo as instalações reservadas aos operadores das redes de transporte no exercício das suas funções.
  • Armazenamento subterrâneo
    Conjunto de cavidades, equipamentos e redes que, após receção do gás na interface com a RNTGN, permite armazenar o gás natural na forma gasosa em cavidades subterrâneas, ou reservatórios especialmente construídos para o efeito e, posteriormente, voltar a injetá-lo na RNTGN através da mesma interface de transferência de custódia.
  • Arranque autónomo
    Arranque de um grupo gerador sem recurso à tensão da rede.
  • Atividade de Acesso à RNTGN
    Atividade exercida pelo operador da rede de transporte que assegura a contratação do acesso às infraestruturas da RNTGN pelos agentes de mercado que veiculam gás natural através dessa rede e pelos clientes a ela ligados.
  • Atividade de Acesso à RNTGN e à RNDGN
    Atividade exercida pelo operador da rede de distribuição que assegura a contratação do acesso à RNTGN e à RNDGN, relativo às entregas a clientes ligados às redes de distribuição.
  • Atividade de Aquisição de Energia Eléctrica
    Atividade exercida pela entidade concessionária da RNT, até 30 de Junho de 2007 que consistia na aquisição de energia elétrica para abastecimento dos consumos no mercado regulado.
  • Atividade de Aquisição de Energia Elétrica e Gestão do Sistema, nas Regiões Autónomas
    Corresponde à compra de energia elétrica, onde se inclui a aquisição de energia elétrica aos produtores vinculados e aos produtores não vinculados, para fornecimento aos clientes das regiões autónomas, bem como a gestão técnica global do sistema elétrico de cada uma das ilhas que integram cada uma das Regiões Autónomas.
  • Atividade de Armazenamento Subterrâneo
    Atividade exercida pelo operador de armazenamento subterrâneo que compreende o recebimento, a injeção, o armazenamento subterrâneo, a extração, o tratamento e a entrega de gás natural, quer para constituição e manutenção de reservas de segurança quer para fins operacionais e comerciais.
    Compreende ainda a construção, manutenção, operação e exploração de todas as infraestruturas e, bem assim, das instalações que são necessárias para a sua operação.
  • Atividade de Comercialização
    Atividade desempenhada pelos comercializadores de último recurso que engloba a estrutura comercial afeta à venda de energia elétrica aos seus clientes, bem como a contratação, a faturação e o serviço de cobrança de energia elétrica.
  • Atividade de Compra e Venda de Energia Eléctrica
    Atividade desempenhada pelos comercializadores que corresponde à compra da energia elétrica necessária para satisfazer os fornecimentos aos seus clientes.
  • Atividade de Compra e Venda do Acesso à Rede de Transporte
    A atividade exercida pelo operador da rede de distribuição que corresponde à compra ao operador da rede de transporte dos serviços de uso global do sistema e de uso da rede de transporte e à venda destes serviços aos comercializadores, comercializadores de último recurso e clientes que sejam agentes de mercado.
  • Atividade de Compra e Venda do Acesso à Rede de Transporte e de Distribuição
    Atividade exercida pelos comercializadores de último recurso que corresponde à transferência dos valores faturados pelo operador da rede de distribuição relativos ao uso global do sistema, uso da rede de transporte e uso da rede de distribuição para os seus clientes.
  • Atividade de Distribuição de Energia Eléctrica
    Atividade dos operadores de rede que corresponde ao planeamento, estabelecimento, operação, manutenção e coordenação da rede de distribuição, por forma a veicular a energia elétrica dos pontos de receção até aos clientes finais, mas sem incluir a Comercialização.
  • Atividade de Distribuição de Gás Natural
    Atividade desempenhada pelos operadores da rede de distribuição que compreende o recebimento, a veiculação e a entrega de gás natural a clientes finais através das redes de média e baixa pressão. No caso de polos de consumo, o recebimento, armazenamento e regaseificação de GNL nas UAG, a emissão de gás natural, a sua veiculação e entrega a clientes finais através das respetivas redes.
    Compreende ainda a construção, manutenção, operação e exploração de todas as infraestruturas que integram a respetiva rede e das interligações às redes e infraestruturas a que estejam ligadas, bem como das instalações necessárias à sua operação.
  • Atividade de Gestão Global do Sistema
    Atividade da entidade concessionária da RNT que inclui a coordenação sistémica das infraestruturas que constituem o SEN por forma a assegurar o seu fornecimento integrado e harmonizado e a segurança e a continuidade do abastecimento de eletricidade.
  • Atividade de Gestão Técnica Global do SNGN
    Atividade do operador da rede de transporte que assegura a coordenação do funcionamento das infraestruturas do SNGN e das infraestruturas ligadas a este sistema.
  • Atividade de Recepção, Armazenamento e Regaseificação de GNL
    Atividade exercida pelo operador de Receção, Armazenamento e Regaseificação de GNL que compreende a receção, o armazenamento, o tratamento e a regaseificação de GNL e a emissão de gás natural para a RNTGN, o carregamento de GNL em camiões cisternas ou navios metaneiros, bem como, a construção, manutenção, operação e exploração das respetivas infra-estruturas e instalações.
  • Atividade de Transporte de Energia Eléctrica
    Atividade da entidade concessionária da RNT que engloba o planeamento, o estabelecimento, a operação e manutenção da rede de MAT e de interligação.
  • Atividade de transporte de gás natural
    Atividade da entidade concessionária da rede de transporte que engloba o planeamento, o estabelecimento, a operação e manutenção da rede de alta pressão e de interligação.
  • Ativo fixo
    Ativo com carácter duradouro ou de permanência numa empresa, definido de acordo com o normativo contabilístico em vigor.
  • Autoconsumos
    Quantidades de gás natural, em termos energéticos, consumidas nas infraestruturas em virtude dos processos que lhes são inerentes.
Portal do Consumidor de Energia
Comercializadores
Tarifa Social
Simuladores
PPEC 2017-2018
Livro "A Regulação da Energia em Portugal 2007-2017"