23 Novembro 2014
Diminuir
Aumentar
Enviar Email
Imprimir
  • Tarifas e Preços 


    O sistema tarifário e a metodologia de cálculo das tarifas, definidas no Regulamento Tarifário, devem promover de forma transparente a eficiência na afectação de recursos e a equidade e justiça das tarifas, sem esquecer a necessidade de manter o equilíbrio económico e financeiro das empresas reguladas, a qualidade do fornecimento de energia eléctrica e a estabilidade da evolução tarifária.

    A garantia da inexistência de subsídios cruzados nas tarifas de venda a clientes finais e nas tarifas de acesso impõe que as tarifas sejam determinadas de forma aditiva. Para que cada cliente pague na medida dos custos que causa no sistema, torna-se necessário que a tarifa que lhe é aplicada seja composta pelas tarifas por actividade que, por sua vez, são determinadas com base nos diferentes custos por actividade. As tarifas são estabelecidas por forma a proporcionar a cada actividade um montante de proveitos calculados de acordo com as fórmulas constantes no  Regulamento Tarifário.

    As tarifas de acesso às redes, aprovadas pela ERSE e pagas por todos os consumidores de energia eléctrica, incluem as tarifas de Uso Global do Sistema, de Uso da Rede de Transporte e de Uso da Rede de Distribuição. Os clientes que escolherem o seu comercializador mercado livre pagam as tarifas de acesso às redes e negoceiam livremente os preços de fornecimento de Energia e de Comercialização com o seu comercializador.

    Aditividade Tarifária: Tarifas de Acesso

    As tarifas de Venda a Clientes Finais aplicadas pelo Comercializador de Último Recurso aos seus clientes são calculadas, a partir das tarifas por actividade incluídas no Acesso às Redes, adicionadas das tarifas reguladas de Energia e de Comercialização. Estas tarifas reguladas são aprovadas pela ERSE.

    Aditividade Tarifária: Tarifas de Venda a Clientes Finais

Partilhe esta informação: Digg it!Facebookdel.icio.usNewsvineStumble-uponReddit!