20 Novembro 2017
Diminuir
Aumentar
Enviar Email
Imprimir
  • Produção 


    Tradicionalmente, a produção de energia eléctrica em Portugal continental era de origem predominantemente térmica.

    Mais recentemente, tem vindo a aumentar a produção de energia a partir de fontes de energia renovável, nomeadamente, aproveitamentos eólicos, aproveitamentos solares fotovoltaicos, centrais mini-hídricas, bem como centrais térmicas a partir da combustão de biomassa e biogás.

    De todas as fontes renováveis, os aproveitamentos eólicos e os mini-hídricos são os que maior fatia representam na produção de electricidade. Tem igualmente aumentado o valor da energia eléctrica produzida por co-geração (produção combinada de calor e electricidade em que é aproveitado o calor gerado na combustão para fins industriais ou de aquecimento.

    Estes empreendimentos integram a produção em regime especial (PRE), a actividade licenciada ao abrigo de regimes jurídicos especiais, no âmbito da adopção de políticas destinadas a incentivar a produção de electricidade, nomeadamente através da utilização de recursos endógenos renováveis ou de tecnologias de produção combinada de calor e electricidade.

    Actualmente, no sentido de diminuir os impactos ambientais do sector eléctrico, existem incentivos à produção de energia eléctrica a partir de fontes renováveis.
     
    De igual modo, as centrais ditas convencionais devem igualmente cumprir os limites estabelecidos ao nível ambiental, quer na fase de construção, quer na fase de exploração.

    Se por um lado as centrais térmicas cumprem programas rigorosos em termos de controlo de emissões, às centrais hídricas são impostos requisitos mínimos a nível de caudais ecológicos e das variações de caudal a jusante dos aproveitamentos, designadamente das albufeiras. 

    A energia produzida nas centrais é entregue à rede de transporte, que a canaliza para as redes de distribuição que a veiculam até às instalações dos consumidores. Uma parte da energia produzida, nomeadamente a proveniente de energias renováveis, é injectada directamente nas redes de distribuição de média e alta tensão em função da tecnologia de produção associada.
Partilhe esta informação: Digg it!Facebookdel.icio.usNewsvineStumble-uponReddit!
Portal do Consumidor de Energia
Comercializadores
Tarifa Social
Simuladores
Livro "A Regulação da Energia em Portugal 2007-2017"