29 Maio 2016
Diminuir
Aumentar
Enviar Email
Imprimir
  • Mudar de Comercializador 

    Um consumidor que pretenda mudar de comercializador de energia eléctrica ou de gás natural, quer seja no âmbito da extinção de tarifas reguladas, quer seja pela procura de melhores condições de fornecimento, deverá seguir três passos fundamentais:

     

    1. Consultar os comercializadores

    Obter a lista de comercializadores e contactá-los para obter propostas de fornecimento. Consulte a lista de comercializadores está disponível nesta página.

    2. Comparar e escolher

    Comparar as propostas de fornecimento recebidas com a situação actual. Não se esqueça de pedir a ficha contratual padronizada. Na escolha do comercializador, para além do preço, deverá atender a outros aspectos contratuais importantes, tais como: prazos de vigência do contrato; serviços disponibilizados; meios e prazos de resposta a reclamações e pedidos de informação; penalidades em caso de rescisão antecipada, etc.

    Na comparação de preços, sempre que possível deverá utilizar os consumos históricos para simular os valores a facturar em cada proposta e ter atenção a eventuais serviços adicionais ou condições promocionais de duração limitada no tempo.

    Contactar o comercializador com a melhor proposta de fornecimento. O cliente deverá analisar todas as condições contratuais de fornecimento.

    No mercado livre, as condições contratuais são acordadas entre cliente e comercializador. Todavia, a ERSE mantém as suas competências de regulador do mercado. Assim, em caso de reclamação ou pedido de informação poderá dirigir-se à ERSE através de qualquer um dos seus contactos. 

    3. Contratar

    Celebrar contrato com o novo comercializador e proceder à mudança. A mudança de comercializador não tem custos associados. O novo comercializador tratará de todos os procedimentos necessários à mudança, inclusivé da rescisão do contrato de fornecimento com o anterior fornecedor.

    Na maioria das situações, a mudança concretiza-se no prazo de 5 dias úteis. O prazo máximo para mudança é de 3 semanas. Poderá também acordar uma data com o seu comercializador. O novo comercializador passará a facturar o consumo de electricidade ou gás natural a partir dessa data e o cliente receberá do comercializador anterior uma factura até essa mesma data.

     

Partilhe esta informação: Digg it!Facebookdel.icio.usNewsvineStumble-uponReddit!
Pedidos Informação e Reclamações
Pedidos Informação e Reclamações
Fale com a ERSE